quarta-feira, 15 de março de 2017

E então? Qual a qualidade da minha água?




 Masaru Emoto

Masaru Emoto (1943 – 2014) foi um fotógrafo que ficou conhecido internacionalmente por ter realizado uma série de experiências submetendo a água destilada a diversos pensamentos e emoções humanos. Seu trabalho ganhou repercussão após o documentário “Quem somos nós”. É autor de vários livros como: 


- “As mensagens da água”
- “As mensagens escondidas na água”
- “O poder curativo da água”
- “A vida secreta da água”


O experimento consistiu em submeter 0,5 mL amostras de água destilada previamente distribuída em placas de Petri a diferentes palavras, músicas e imagens. Em seguida, estas placas foram congeladas e armazenadas a uma temperatura de -25°C por cerca de três horas. Os cristais resultantes foram analisados através de microscópio, ampliados e em seguida fotografados.


 Sr. Emoto observou também amostras de água recolhidas de mananciais, águas da chuva, dos rios e de outras partes do Japão e do mundo. Foram analisadas mais de dez mil fotos de amostras de água em aproximadamente quatro anos e meio. 
Segundo suas pesquisas, palavras, pensamentos e sentimentos influenciam no comportamento da molécula de água. Essas conclusões têm sido classificadas pela comunidade científica como pseudociência. Sr. Emoto tem sido alvo de várias críticas pelo fato de suas conclusões não se basearem em comprovações científicas. Basta pesquisar na Internet as variadas opiniões e formar a sua própria. 
 
Supondo que exista uma verdade por detrás dessas pesquisas, pelo ponto de vista espiritualista, sem levar em conta essa polêmica que o Dr. Emoto tem título de Doutor por correspondência ou pelos fatores físico-químicos ou presença de contaminantes que a própria molécula da água possua ou seja submetida, o fato é que se trata de um tema muito interessante para se refletir se levarmos em conta a influência das vibrações energéticas na água como sugerem as observações de Masaru Emoto. Se pararmos para pensar que cerca de 70% do nosso corpo é constituído de água, qual a qualidade do meu pensamento ou sentimento eu vibro, eu emito para mim ou para o outro? Ou para o planeta??? Ou ao preparar um alimento? Ou no caso de fluidificar uma água (segundo crenças espiritualistas). Ou, até mesmo quando se aplica um Reiki ou outros tratamentos energéticos? Enfim, qual a qualidade da minha água? Vale a pena assistir ao documentário “Quem somos nós” o qual aborda muitos destes questionamentos. 











































































































































Nenhum comentário:

Postar um comentário